Processando...
Home

Benchmarking: o que é e como funciona

É quase natural o processo de comparação para a avaliação daquilo que criamos ou fazemos, até porque em alguns pontos a grama do vizinho é sempre mais verde. Quem empreende sonha em ver o seu negócio crescer, no entanto, não basta somente buscar excelência nos processos se não houver referências. 

Na procura por impulsionar o crescimento do negócio, uma técnica de palavrinha em inglês ajuda empresas a analisarem como estão se saindo diante da concorrência: benchmarking. O benchmarking é um processo de estudo da concorrência, com a finalidade de verificar as melhores práticas do mercado que podem ser aplicadas na empresa. 

Quer compreender melhor sobre a ferramenta? Continue a leitura! 

 

O que é benchmarking? 

Em português, o benchmarking significa ponto de referência. É um processo de estudo e avaliação de concorrência, que tem o propósito de aperfeiçoar processos, produtos e serviços. A técnica encoraja os negócios a pensarem fora da caixa, buscando fatores-chave que cresçam de modo exponencial a sua competitividade. 

Não se trata de uma cópia, mas da competência de ter a visão das melhores práticas e adaptá-las às características do seu negócio. Nesta tarefa a análise, interpretação, avaliação e mensuração das informações entram em prática. Com as informações coletadas, o time de marketing poderá criar ações para melhorar a empresa diante do mercado. 

 

Os tipos de benchmarking 

O benchmarking é dividido por alguns formatos. Conheça a seguir. 

 

Benchmarking interno: procura as melhores práticas empregadas dentro do próprio negócio.

Benchmarking competitivo: o foco é a avaliação detalhada das práticas da concorrência, tendo em vista superá-las. 

Benchmarking funcional: comparar o processo interno entre as empresas, mesmo que a comparação seja feita com negócios de diferentes setores. 

Benchmarking de cooperação: ocorre quando dois negócios formam uma parceria ou quando um negócio “modelo” revela alguns processos para outras empresas.

 

Como funciona a implementação do benchmarking 

O benchmarking funciona a partir de alguns passos. Veja a seguir. 

 

Análise interna: observação detalhada dos processos internos. Compreender primeiro o que somos para entender como melhorarmos. 

Definição de métodos e estratégias para coleta de dados: como o segredo de grandes empresas chegará até o seu negócio. 

Análise de mercado: observar as melhores práticas da concorrência dentro do que necessita ser aperfeiçoado. 

Identificação de entrelinhas de desempenho: comparação, propriamente dita. 

Projeção do desempenho futuro para fechamento de entrelinhas identificadas: qual o objetivo para otimização de processos e o prazo de alcance. 

Retroação: análise contínua, sempre com a base nas melhores empresas do momento. 

 

Quem sonha em ampliar o negócio deve se direcionar para as boas práticas do mercado e se inspirar em empresas referências do setor. A partir das análises, desvendar os processos  e adequar o aprendizado conforme as características da sua empresa. 

Vale ressaltar que o benchmarking tem a finalidade de causar impacto positivo no seu negócio ou projeto, o seu mau uso pode causar algum tipo de estresse, jogando todo o esforço fora. 

Para garantir o bom uso, encare o benchmarking como um processo contínuo de observação e análise, tenha objetivos, saiba quais ferramentas e métricas utilizar e não transformar as soluções do seu bench em ações e mensurar os KPIs para conferir o que mudou.  

Está pronto para arregaçar as mangas e começar o seu processo de crescimento? Aproveite também para conferir outros conteúdos no nosso blog

RECEBA
O CONTEÚDO
ESPACIAL QUE
PREPARAMOS
PARA VOCÊ.
Cadastre aqui seu e-mail
para receber as news.

NOSSAS COORDENADAS:

+55 51 99252 5042
Porto Alegre - RS - Brasil
criacao@agenciaorbita.com.br