Processando...
Home

Será que o seu negócio é cringe?

Tem movimentado na internet uma discussão sobre os conflitos entre a geração Z (nascidos entre o fim dos anos 90 até 2010) e os millennials (nascidos entre o fim dos anos 80 até 1995), gerando memes, testes e muitas reflexões. E nos debates com muito humor, uma palavra específica tem chamado atenção: cringe. 

No Brasil, o termo ganhou visibilidade depois que a podcaster Carol Rocha, conhecida como Tchulim, publicou no Twitter uma pergunta sobre o que os jovens da geração Z “acham um mico” nos millennials. Na sequência, ela comentou que falar mico já passou, é cringe. 

Contudo, saber em qual lado o seu negócio está pode ser decisivo nas vendas. Quer entender como? Continue a leitura! 

 

O que é cringe? 

Nada mais cringe que explicar o que é cringe, mas vamos lá. As buscas pelo significado no Google cresceram mais de 500% nos últimos dias e já é um dos termos mais procurados entre os brasileiros. 

Cringe, de forma resumida, é a nova gíria da geração Z, que em português corresponde a cafona ou vergonha alheia diante de alguma situação ou comportamento. Ainda de acordo com o Google, pesquisas por “geração Z” cresceram mais de 700%, e as buscas por “geração Y” - conhecido como geração millennial - pularam 740%. 

Não sabe se seus gostos e manias te fazem ser cringe? Pense se você gosta de tomar café de manhã, se expressar através de emojis, ser fã de Friends ou Harry Potter… isso é ser muito cringe. 

 

Qual a relação disso com o meu negócio? 

Independente de você ser cringe ou não, a sua marca precisa saber se comunicar. E a base de tudo está relacionada à construção da identidade do seu negócio. Qual o propósito da sua empresa? Quem é meu público hoje e quem eu quero atingir? 

Baseado nisso, fica viável traçar a essência do seu negócio e compreender onde, como e porque você deve se posicionar. Além disso, outro ponto importante é olhar para o seu público, até porque quem fala com todo mundo não se comunica com ninguém. 

E quando se fala em comunicação, essa é uma verdade absoluta, pois cringe ou não, o seu negócio precisa conhecer o público. Até porque não adianta você querer vender uma calça skinny, com um posicionamento descolado, sendo que seu público são jovens de vinte e poucos anos. 

Compreender as dores do seu público-alvo é o segredo para não só aumentar as vendas, mas posicionar o seu negócio conforme a sua essência independente de ser cringe ou não. E a Órbita pode auxiliar o seu negócio neste processo de posicionamento. Já ajudamos marcas como DiagLaser, Simpala Financeira e Restaurante Elo

RECEBA
O CONTEÚDO
ESPACIAL QUE
PREPARAMOS
PARA VOCÊ.
Cadastre aqui seu e-mail
para receber as news.

NOSSAS COORDENADAS:

+55 51 99252 5042
Porto Alegre - RS - Brasil
criacao@agenciaorbita.com.br